50 LINDAS Tatuagens na Orelha Masculinas e Femininas +Desenhos


Conheça mais sobre as possibilidades de tatuagens na orelha

Tatuagens no braço, nas pernas e nas costas são muito comuns e ganham a preferência de boa parte de quem se senta na cadeira de um tatuador. Porém, algumas pessoas preferem legais mais exóticos e até mesmo ousados.

Devido à dificuldade que oferece, a orelha pode ser considerada uma dessas regiões. Especialmente indicada para quem deseja tatuagens delicadas, essa região pode ser o local de muitos desenhos bonitos e que chamam a atenção do jeito certo.

Para entender tudo sobre tatuagens na orelha, continue lendo e veja a seguir o que você precisa conhecer do assunto!

Quais são os locais mais comuns para fazer tatuagens na orelha?

Apesar de a orelha ser uma região pequena ela permite diversas possibilidades parra tatuagens. Devido à facilidade de tatuagem e ao visual final alguns lugares são mais conhecidos, dentre os quais:

Hélice

A hélice é o local em volta da orelha. Esse local é bem fininho e pode ser receber pequenos detalhes como enfeite da tatuagem. Geralmente é possível fazer pequenos detalhes em linha, contornando a região da orelha.

É possível tanto fazer desenhos únicos, como notas musicais e detalhes diversos, como também fazer um desenho contínuo, como um padrão étnico ou estilo arabesco. Essa é uma tatuagem bem delicada e exige muita técnica e precisão do tatuador devido à dificuldade da área.

Fossa triangular

A fossa triangular é, basicamente, a parte de “dentro” da orelha, na região superior e logo ao lado da hélice. Ela tem uma área de superfície maior, o que significa que ela pode ser aproveitada para fazer tatuagens maiores e com um pouco mais de detalhes.

Dá para seguir desde a parte debaixo até a fossa propriamente dita com um único desenho ou com vários, assim como também dá para fazer somente um único desenho nessa região. Dependendo do caso, o desenho pode continuar da hélice até chegar a essa região.

Lóbulo

O lóbulo é a parte mais mole e inferior da orelha, onde é colocado o primeiro furo. Essa região também tem uma área um pouco maior e a vantagem é que tem pouca cartilagem e poucas curvas.

Com isso, é uma boa opção para tatua e que pode, inclusive, substituir o brinco em algumas ocasiões. Porém, é preciso tomar cuidado na hora de fazer essa tatuagem, já que dependendo do seu tamanho e do tamanho do suporte do brinco ela sempre vai aparecer e “brigar” com o acessório.

Parte traseira

Uma opção mais discreta e menos dolorida é fazer tatuagens na orelha só que na parte de trás. O mais comum é fazer no osso exatamente atrás/ao lado da orelha de modo a criar um visual que fica mais escondido.

Nessa região dá para fazer desde desenhos menores e mais delicados até desenhos maiores que se prolongam em direção à lateral do pescoço e à nuca. Opções incluem personagens como Wally ou elementos como um arco do cupido.

Quais cuidados tomar após fazer essa tatuagem?

A orelha é uma região muito exposta e, com isso, muito delicada. Como a tatuagem imprime um tipo de lesão na pele, é fundamental te alguns cuidados para garantir que não haja inchaços, queloides e nem nenhum tipo de infecção local.

Dentre os cuidados, estão:

Use pomada cicatrizante

Assim como ao fazer qualquer tatuagem é importante usar a pomada cicatrizante para conseguir que a tatuagem fique bonita e sem problemas, rapidamente.

O ideal é utilizar a pomada indicada pelo tatuador, a menos que você tenha alguma alergia. Com a orelha completamente limpa, aplique a pomada de 2 a 3 vezes por dia, deixando que a pele absorva.

Se tiver animais de estimação, vale a pena utilizar uma espécie de curativo nos primeiros dias junto da pomada para evitar acidentes.

Não exponha a tatuagem ao sol

Quando a tatuagem é exposta ao sol ela pode perder rapidamente o pigmento, ficar manchada ou mesmo causar lesões e problemas maiores. Para evitar que isso aconteça não exponha a tatuagem ao sol.

Como a orelha é uma região mais exposta, se você tiver cabelo comprido fica fácil esconder. Caso não tenha, use algum tipo de protetor na região, se possível. Se não for, use muito protetor solar e um curativo para evitar a exposição.

Evite atritos

Por ser assim tão exposta a orelha está suscetível a uma série de atritos, especialmente os com o cabelo e com o travesseiro. A verdade é que isso pode fazer com que a cicatrização se torne mais lenta, levando a possíveis problemas.

Para evitar, o melhor é impedir que esses atritos aconteçam, por menor que sejam. Não use o cabelo para trás da orelha e nem durma do lado da orelha tatuada até que tudo esteja cicatrizado.

Como incrementar a tatuagem na orelha?

A maioria das tatuagens é a grande estrela por si só pelo simples fato de que não é possível fazer algum tipo de complemento. Porém, na orelha isso é diferente e você pode utilizar piercings ou brincos para completar o visual.

Um piercing do tipo ponto de brilhante, por exemplo, pode funcionar como a pétala de uma tatuagem de flor ou então como um detalhe de um desenho especial. Essa é uma grande vantagem das tatuagens na orelha, já que tatuagens no braço ou nas mãos, por exemplo, não podem utilizar esse tipo de complemento.

Caso tome essa decisão e o piercing seja recente é preciso redobrar os cuidados porque o risco de infecção se torna ainda maior.

As tatuagens na orelha são opções mais discretas e, ao mesmo tempo, ousadas. Versáteis, as orelhas podem ser tatuadas em vários lugares e você tem mais escolhas de desenhos.

Independentemente da sua escolha é fundamental realizar os cuidados certos para evitar problemas com a saúde, infecções ou mesmo problemas com a estética do desenho escolhido. No final, dá para ter um resultado perfeito e único!

Já pensou em fazer uma tatuagem dessa? Conte nos comentários!

One Comment

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar!